Web (Google)Nesta PáginaImagensWikipediaYoutube



O Galo Tito

Galo Tito
Era uma vez um fazendeiro que tinha um galinheiro com 180 galinhas e estava à procura de um bom galo para produzir ovos…
Um belo dia o fazendeiro vai até à vila, entra na cooperativa agrícola e diz para o vendedor:
- Boa tarde! Procuro um bom galo capaz de cobrir todas as minhas galinhas.
O vendedor responde:
- Quantas galinhas tem?
- No total são 180. Diz o fazendeiro.
Então o vendedor vai buscar uma gaiola com um galo enorme, musculoso, com a crista de pé, olhos azuis e uma tatuagem no peito dos Rolling Stones, e diz para o fazendeiro:
- Leve este aqui, o Alberto, ele não falha.
O fazendeiro leva o galo e, no dia seguinte, pela manhã, solta o galo no galinheiro.
O galo sai numa corrida desenfreada, pega na primeira galinha, dá duas sem tirar; pega na segunda, dá a primeira e quando estava na segunda... cai para o lado.
O fazendeiro olha e diz:
- Aquele vendedor filho da puta aldrabou-me! Este galo apenas comeu duas galinhas e capotou.
Então, pegou no galo pelo pescoço, levou-o até ao vendedor e explicou-lhe o que se tinha passado.
O vendedor desculpou-se e foi buscar um outro galo.
Este era preto, de crista amarela, olhos cinzentos e ténis da Nike. E disse para o fazendeiro:
- Este aqui é o Fernando.
O fazendeiro volta para a fazenda com o galo e repete a manobra: solta o bicho no galinheiro, o galo sai alucinado, come a primeira galinha de pé, pega a segunda e traça, com a terceira faz o 69 e quando está em cima da quarta, cai morto no meio do galinheiro.
O fazendeiro, completamente lixado, pega o galo pelas patas e volta à vila.
Entra pela cooperativa, quase rebentando com a porta, e diz para o vendedor:
- Escute aqui seu sacana, este é o segundo galo que você me vende e também não presta para nada. É melhor vender-me um galo decente ou deito esta cooperativa abaixo.
Então o vendedor vai buscar um galo de merda, sem crista nem penas, com olheiras, corcunda, com ténis de lona já meio rebentados e uma camisa azul claro com os dizeres "Maracanã 1950" e diz ao fazendeiro:
- Olhe, é só o que me resta. O nome dele é Tito e chegou, por coincidência, num barco que vinha do Uruguai.
O fazendeiro, ainda furioso, leva o galo, pensando:
- Mas que raio é que eu vou fazer com este galo de merda?
Chegado à fazenda solta o Tito no galinheiro.
O galo despe a camisa, atira-a para o lado e sai enlouquecido comendo as 180 galinhas de um fôlego. Pára para respirar e come as 180 de novo. Sai do galinheiro a correr e enraba o pastor alemão.
Aí o fazendeiro agarra-o, dá-lhe dois sopapos para acalmar e tranca-o na gaiola.
- Porra, este galo é um fenómeno!!, pensa o fazendeiro.
E as galinhas todas doidas só comentam que "o Tito isto", "o Tito aquilo", "o que é que ele fez contigo?", "comigo ele fez tal coisa"... loucura total, todas as galinhas a quererem mudar-se para Montevideu.
No dia seguinte o fazendeiro voltou a soltar o galo; o Tito sai a levantar poeira do chão, dá duas voltas ao galinheiro aviando tudo o que é buraco com penas que lhe aparece no caminho.
Sai disparado e come o cão, o porco e duas vacas.
O fazendeiro corre atrás dele, agarra-o pelo pescoço, dá-lhe uns abanões para o acalmar e volta a fechá-lo na gaiola.
- Que galo filho da puta! Vai-me cobrir a fazenda toda!!!, diz o fazendeiro.
No dia seguinte vai buscar de novo o galo e encontra a gaiola toda rebentada.
- O Tito fugiu!
Sai a correr para o galinheiro e encontra todas as galinhas de barriga para o ar, fumando e assobiando, regaladas.
Lá fora estava o porco com o rabo virado pró ar, as duas vacas deitadas no chão e a falarem das performances sexuais do Tito, o cachorro com a bunda arruinada e pensa:
- Ele vai comer o gado dos vizinhos, vão-me matar!
Então pega no cavalo e a galope segue as pistas deixadas pelo Tito (cabras a suspirar, bodes a passar gelo no rabo, uma tartaruga que perdeu a carapaça na trancada, um touro a experimentar lingerie, três gazelas a coxear, um pónei sentado num alguidar com gelo, um bambi curado das hemorróidas...)
Até que, de repente e à distância, vê o Tito caído no chão. Uma cena tristíssima!!!
Os abutres já voam em círculos, a babar-se com fome.
Quando viu os abutres o fazendeiro entendeu a situação.
- Nãããooooo, Titoooooo... Morreuuuu o Titoooooo! E logo agora que eu tinha encontrado um galo de verdade...
No meio destas lamentações, cuidadosamente o Tito abre um olho, olha para o fazendeiro e, assinalando os abutres, pisca-lhe o olho e diz:
- SShhhhhhhhh! Cala-te e deixa-os pousar...


36 comentários :

  1. Oi Dragon.
    Por acaso já conhecia essa história lol
    É caso para dizer... cuidado com o que se deseja porque ás vezes pode ser demais ;)
    beijos

    ResponderEliminar
  2. ahahahahahahah
    Creio te-la ouvido há mto tempo, mas tá mto fixe e mto bem dezida eheheheh

    ResponderEliminar
  3. Isto não era um galo... isto era um Lobo!

    ahahahaha

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. lololol Não conhecia a história... às vezes classe não é qualidade....
    Ainda bem que existe pessoas para todos os gostos...

    beijinhos e boa semana
    Sofia

    ResponderEliminar
  5. Alguns já comentaram, e tu? Tu, Tutanquecomeon, também, e tá um espectaculo, thanks for the visit, tásse bem.

    ResponderEliminar
  6. Uma história muita gira, com muito humor à mistura e várias lições de vida .

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito tens um blog muito giro e divertido ;)

    ResponderEliminar
  8. ehehehehehehe...
    Olá Little!
    Este galo não é para graças... e não deixa o crédito por mãos alheias...
    eheheheheh....
    Estou a rir do comment da Ana S. hihihihi...
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Olha que já não falta muito para eu ficar como o Galo! Ando cá com uma fominha!

    ResponderEliminar
  10. Amigo Dragon,

    Excelente texto que me fez rir muito!

    Beijos,

    ResponderEliminar
  11. Ehheheheh...fizeste-me rir! É preciso ter galo! ;)

    Beijokas on skin

    ResponderEliminar
  12. Não conhecia a história,,,, ehehehehehehhhehhh,,,,, parti-me de rir,,,,, será que te posso linkar lá no nosso Blog????
    Agradecimentos ácidos,

    ResponderEliminar
  13. ahahahahahahahah o que me ri a ler esta estória eheheheheh
    O galo Tito era levadinho da breca, hen?

    ResponderEliminar
  14. Esta história já é um cadito velhota mas tem a sua piada :)


    - O DJ voltou a fazer das suas!!....

    Dark kiss

    ResponderEliminar
  15. Repensar a vida consiste em rever valores.
    Receber o inevitável serenamente,
    Depositar ao leito do regato antigos pudores,
    Aceitar o que a vida nos reserva inteiramente.
    É existir sem temor de ser feliz.
    É padecer e abrigar a angústia da alma
    Tendo ciência que somos meros aprendizes.
    Intentar não perecer, mantendo a calma.
    Rebuscando meu baú encontrei registros
    Induziram-me a repensar quantos atos impensados.
    De que adiantou tanta vigilância? Tudo era sinistro.
    Não tive muitas opções, aceitei meus fardos.
    O temor... a dor foi inevitável.
    Girei entre a loucura e a sanidade,
    Gritei por paz, por amor inesgotável.
    Repensando a vida... grito por serenidade
    BEIJOS...

    ResponderEliminar
  16. não conhecia a historia,mas achei muito legal.

    ResponderEliminar
  17. Ei little,
    Parábens pelo teu blog, e pelo teu galo :) , bem parece que tem a quem sair lol.
    um abraço fica bem ;)

    ResponderEliminar
  18. É caso para dizer: "ganda galo"!!
    E tu, meu amigo? que tal te estás a dar?
    Beijos

    ResponderEliminar
  19. LOL
    Eu já conhecia a história do galo mas já não a "ouvia" a algum tempo.
    mas esta muito bem escrita sim senhor.
    uma beijoka

    ResponderEliminar
  20. Isto é que é um galo!!!

    lol

    Um beijo

    ResponderEliminar
  21. Boa noite,,,,, antes de ir de férias queria deixar aqui o meu allô,,,,, e votos de inspiração e qualidade deste excelente Blog,,,,

    ResponderEliminar
  22. Olá dragãozinho do norte!

    Só hoje aqui pude vir num saltinho...

    Já conhecia esta história bem engraçada!...
    Estou com a Ana S.:
    É caso para dizer... cuidado com o que se deseja porque ás vezes pode ser demais ;)

    Beijo num impulso meu

    ResponderEliminar
  23. Olá Amigo
    Claro deixa-os poisar... Existe muita gentinha que precisava de um galo desses por perto...

    Um Abraço

    ResponderEliminar
  24. Heehee...

    Um bom fim de semana,
    beijinhu

    ResponderEliminar
  25. Olá amiguito,

    pois... uma história para distrair da azáfama do dia a dia, muito bem...

    Bom fim de semana.

    Serenos sorrisos de luz.

    ResponderEliminar
  26. Olá amigos, passo por aquí para avisar que esta semana não poderei responder a ninguém, o meu trabalho apertou e exige muito estudo.
    Já comprei o portátil, fui obrigado a isso. Os tipos da Worten são uns gajos muita porreiros, garantiram-me o portátil mais barato do mercado, que ainda a somar tinha um desconto de 13%, e pago portátil e extras em 10 meses sem juros. Melhor nem na farmácia.
    Cumprimentos a todos os que aquí passam.

    ResponderEliminar
  27. Oi Little

    Vim te desejar uma boa semana.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Tive que fazer uma pausa para rir... não conhecia a história... adorei...
    Beijos...

    ResponderEliminar
  29. Não conhecia a história e valeu pelas gargalhadas.
    Galo que é galo...
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  30. História gira esta lolololol
    Um bom resto de semana :)
    Beijos Fabi ****

    ResponderEliminar
  31. Mái Góde, este Blog está mesmo um espectáculo, merece destaque lá no nosso burgo, sem duvida.
    Tásse bué da bem aqui.

    ResponderEliminar
  32. Desperta-me de noite
    O teu desejo
    Na vaga dos teus dedos
    Com que vergas
    O sono em que me deito
    É rede a tua lingua
    Em sua teia
    É vicio as palavras
    Com que falas
    A trégua
    A entrega
    O disfarce
    E lembras os meus ombros
    Docemente
    Na dobra do lençol que desfazes
    Desperta-me de noite
    Com o teu corpo
    Tiras-me do sono
    Onde resvalo
    E eu pouco a pouco
    Vou repelindo a noite
    E tu dentro de mim
    Vais descobrindo vales

    Bjus iluminados e perfumados de orvalho da manha

    ResponderEliminar

littledragonblue